quarta-feira, setembro 20, 2017

O DESAFIO DE SER COMO JESUS!

"BASTA AO DISCÍPULO SER COMO O SEU MESTRE, E AO SERVO, COMO O SEU SENHOR." (MATEUS 10.25).

Quão grande é o desafio para a Igreja que vai subir, a Igreja de discípulos e de servos: SER COMO O SEU SENHOR!
O apóstolo Paulo não se atreveu a dizer que era como Jesus, mas disse que O imitava, e isso é maravilhoso!
Algumas coisas se destacam na vida do Senhor Jesus como homem, que precisamos atentar para pelo menos,  imitar.
Por exemplo: Jesus afirmou ser manso e humilde de coração (Mateus 11.29). Duas coisas bastante difíceis para a ser humano praticar, tendo em vista o vírus luciferiano do orgulho está no cerne da nossa natureza carnal.
Na Sua humildade, Jesus se despojou, se aniquilou e desceu a condição de servo (Filipenses 2,5-8), e ainda se humilhou! Ei, quantos de nós estamos nos humilhando, sendo submissos, considerando os outros superiores a si mesmo?
Vemos o quanto estamos distantes de ser como o Mestre no que diz respeito à humildade, porque somos inclinados e achar que todos nós devem alguma coisa, ou seja, somos credores, quando na verdade somos todos devedores uns aos outros, sem direito a cobranças, como bem colocou o PR. John Piper.
Jesus nunca exigiu seus direitos, nunca se defendeu mas como está escrito: " POIS ELE, QUANDO ULTRAJADO, NÃO REVIDAVA COM ULTRAJE; QUANDO MALTRATADO, NÃO FAZIA AMEAÇAS, MAS ENTREGAVA-SE ÀQUELE E JULGA RETAMENTE." (1 Pedro 2.23).
Infelizmente, o que temos visto em nosso tempo são muitos que são evangélicos, quando sofrem qualquer afronta, ou calúnia, buscam se defender, usam a mídia em geral para isso e até acionam a
justiça dos homens. Quão longe de ser como o Senhor Jesus!
Esse tipo de atitude traz escândalo ao evangelho, comprometendo a Noiva do Cordeiro. Tais pessoas
não se lembram das palavras de Jesus quando se refere a quem promove escândalos ( Lucas 17.1.2).
O Senhor Jesus nunca se envolveu com questões políticas da sua época, pelo contrário, Ele manda o povo dá a Cesar o que é de César e não se revoltar contra o regime que dominava. Ele não veio para tratar das coisas terrenas e sim das espirituais. De igual modo a Igreja que é o Seu Corpo está ligada nas coisas do Reino, desejando ser revestida da habitação celestial, deixando aos mortos o enterrar os seus mortos, mas seguindo a Jesus.
Certa vez uma pessoa comentava sobre a necessidade de políticos para cuidar das coisas da igreja, alegando que Jesus precisou da ajuda de um senador José, para o seu sepultamento. Dai, a resposta do Senhor para essa pessoa foi a seguinte: o detalhe é que o senador cuidou do corpo morto de Cristo.
O discípulo precisa ser obediente como o Mestre o foi. Ele foi obediente até a morte e morte de cruz.
Naturalmente não queremos sequer fazer morrer a nossa natureza carnal como manda a Palavra de
Deus (Colossentes 3.5). Obediência exige renúncia da própria vontade, foi isso que Ele fez. É nós?
O que queremos que seja feita é a nossa vontade, satisfeitos os nossos desejos, especialmente quanto às coisas materiais.
Amados, a coisa é tão séria que já vemos em muitas igrejas locais na escala dos cultos, cultos da vitória, onde pessoas afluem para fazer tantos dias de campanha com a finalidade de conseguir coisas. Culto da restauração também voltado para coisas da terra, culto das bênçãos financeiras, culto da saúde, culto para relacionamentos, enfim...
Não tenho visto falar de culto específico para que as pessoas se humilhem diante de Deus, de quebrantamento, de arrependimento e confissão de pecados. Também não conheço lugares onde se façam cultos para buscar os dons espirituais.
Por incrível que pareça os cultos que estão voltados para aquisição de coisas materiais são lotados, as pessoas não querem perder, mas quando se trata de culto de oração, de Intercessao pelos irmãos e pelos perdidos, onde está o povo? O pequeno grupo que se reúne, em alguns lugares, ainda
aproveitam o momento para ensaiar o conjunto de senhoras, sendo que a maioria chega após o término do período de oração.
Jesus viveu uma vida de oração, em relacionamento profundo com o Pai! Ele intercedeu por seus discípulos e pela Igreja que somos nós, os seus discípulos, glória a Jesus!
Bem, espero que o leitor aproveite para folhear a Bíblia, principalmente os evangelhos buscando observar como foi a vida de Jesus-homem, para pelo menos imita-lO.
Se formos com Ele aqui, seremos como Ele é quando Ele aparecer para levar para si aqueles que comprou com seu sangue.
MARANATA

sexta-feira, setembro 08, 2017

CONFORME A CAPACIDADE

"... LHES EXPUNHA A PALAVRA, CONFORME O PERMITIA A CAPACIDADE DOS OUVINTES." ( Marcos 4.33).

Jesus é extraordinário! Que exemplo de Mestre, de ensinador, de preletor, de palestrante, enfim...
Quanto aproveitamento teríamos em nossas falas se puséssemos em prática o que Jesus nos ensinou.
Veja quão interessante a colocação do evangelista Marcos, enfatizando que Jesus expunha a palavra conforme permitia a capacidade dos ouvintes. Isso é fantástico!
Um dia desses, estava eu em uma EBO é certo palestrante renomado em nosso país estava falando. Quando ele terminou a sua exposição, dois obreiros que estavam sentados atrás de mim, falaram um com ou outro dizendo o seguinte: " Que pena que eu não entendi muitas palavras que ele disse", ao que o outro confirmou dizendo: "nem eu".
Muitos daqueles que em nossos dias estão dando palavras, estudos bíblicos, fazendo simpósios, seminários, encontros, etc., estão preocupados e passar o conhecimento adquirido através de informações de "grandes teólogos", como também do significado das palavras nos originais, sem, contudo levar em consideração a capacidade dos ouvintes.
Em um estudo bíblico que participei, o mensageiro citou nomes de tantos teólogos estrangeiros, que no final do culto perguntei para a irmã que estava ao meu lado: Irmã, a senhora lembra de algum nome que foi falado no estudo desta noite? E ela me disse tranquilamente: nem um.
Pais, professores evangélicos, pregadores, devem depender do Amigo Espírito Santo para levar a palavra ao povo que se reunirá naquela ocasião para ouvi-los, a fim de que o investimento não seja infrutíferos, pois se o povo não entende o que é falado como aproveitar e praticar?
A Palavra de Deus é compreendida pelos ouvintes através da ação do Espírito Santo e do efeito da própria Palavra que opera o ouvir, como está escrito: "...E O OUVIR PELA PALAVRA DE DEUS." (Romanos 10.17).
O apóstolo Paulo, ensinando sobre a ordem da manifestação dos dons espirituais na igreja, assim se dirige aos crentes de Corinto: " ... SE COM A LÍNGUA, NÃO DISSERDES PALAVRA COMPREENSÍVEL, COMO SE ENTENDERÁ O QUE DIZEIS?" (1 Coríntios 14.9).
Todos quantos ouviam os ensinamentos do Senhor Jesus entendiam as suas palavras, porque Ele falavam atentando para a capacidade dos seus ouvintes
Respeitar a capacidade de cada um também segundo a habilidade de lidar com talentos, nos foi ensinado por Jesus, quando contou a parábola do Senhor que distribuiu os talentos com os servos, em Mateus 25.15, pois está escrito: " ...SEGUNDO A SUA PRÓPRIA CAPACIDADE..."
Deus jamais exigirá de nós algo que não seja de acordo com a nossa capacidade, pois Ele nos conhece muito bem,, por isso está escrito para fazer as coisas conforme as nossas forças.
Só trazemos prejuízo para a nossa família, igreja, classes de EBD, quando exigimos as coisas além da capacidade daqueles que estão sob nossa responsabilidade.
Respeitar a capacidade de cada um é dever nosso, e não tentar fazer com que as pessoas satisfaçam o nosso ego, fazendo o que não estão preparadas para.
Por isso a dependência plena do Amigo ē indispensável, o discernimento de espíritos, para não provocarmos as pessoas  à irá, fazendo-as se afastar de Deus, achando-O injusto.
E, como está escrito: "BASTA AO DISCÍPULO SER COMO O SEU MESTRE..." (Mateus 10.25).
MARANATA!

sábado, setembro 02, 2017

QUANDO A ESPERANÇA PERECE...

"... PERECEU A NOSSA ESPERANÇA..." (Ezequiel 37.11).

A cada dia o número de mortes por suicido aumenta, principalmente entre os jovens no mundo. E em nosso país não fica por menos. Como há uma lei que proíbe a mídia de divulgar os casos, só ficamos sabendo por outros meios e quando acontece perto de nós.
É este tipo de atitude tem acontecido também, no meio evangélico, e como!
A esperança na nossa vida nos dá forças para enfrentar as intempéries com resignação esperando na misericórdia de Deus, sabendo que Ele é soberano e em todas as coisas têm um propósito de glorificar Seu nome na vida dos que lhe pertencem.
Mas, até onde estamos falhando em lidar com uma geração sem esperança, sem perspectivas de futuro e sem fé em Deus?
Como filhos de Deus, servos de Cristo, na nossa missão de pais é indispensável transmitirmos os princípios de fé, esperança, e amor no nosso ambiente familiar.
Isso deve ser vivenciado no dia-a-dia, a começar no relacionamento conjugal. Exemplo de país que se amam, que vivem por fé, e que têm esperança em Cristo, porque creem na Sua palavra.
Pais que vivem ligados em relacionamento com o Amigo Espírito Santo, poderão ser comunicados quando um de seus filhos está atravessando problemas emocionais, apresentando comportamento diferenciado do normal, etc...
O maior problema é que no afã de oferecer aos filhos algo para substituir as presenças dos pais, vivem impelidos e movidos pelo deus Mamom. A manifestação do vírus luciferiano do orgulho se torna uma virose altamente destrutiva, a ponto de cegar as pessoas para que elas não enxerguem o que se passa a sua volta,  inclusive o que está acontecendo com os filhos.
Hoje as pessoas em sua grande maioria, e digo isso daqueles que se chamam pelo nome do Senhor, não depende de Deus para suprir as suas necessidades, porque a sua dependência é de Mamom. Acreditam que somente através de Mamon poderão conseguir coisas matériais, à revelia de Deus. Segundo as escrituras isso é idolatria.
Há uma coisa muito importante para que a família observe já desde a primeira infância nos filhos: a manifestação de agressividade sem motivação, e também a dificuldade da criança em se socializar nos diferentes ambientes onde ela participa, tipo, escola, igreja, lazer,enfim.
A depressão é uma doença mental e normalmente tem registro de histórico familiar. Todavia, nem sempre a depressão é uma patologia crônica.
Existem diferente motivos e razões para levar alguém a uma depressão temporária, mas que necessita de cuidados especiais. Descobrir a causa é antes de tudo fundamental. Nada melhor que a ajuda do Amigo, pois Ele é perito em dar diagnósticos, e Ele tem me dado alguns, quando é da Sua vontade.
Os jovens, via de regra, estão sem motivação, sem estímulo, sem definição de futuro; sentem-se abandonados, desvalorizados e se entregam de corpo e alma aos games, onde a imaginação pode levá-los onde jamais eles se sentem capazes de chegar.
A igreja local tem sua contribuição negativa, pois dá todo apoio ao jovem dinâmico, atuante, participativo, e esquece de voltar o,olhar para o jovem casmurro, ensimesmado, isolado do grupo...
Temos a forte tendência como igreja local de estimular a competitividade, maximizando as qualidades e aptidões do mais destacados, enquanto deixamos de lado, sem dar oportunidades naquilo  para o que está interessado, ao jovem excêntrico.
Nosso povo, não está preparado para lidar com pessoas especiais do ponto de vista mental. Tenho acampado isso bem de perto no trabalho que desenvolvemos no Reino, para glória de Deus.
O tempo é de destruição, de morte como consequências do salário do pecado. Nunca foi tão urgente a vigilância e a dependência plena do Espírito Santo nos nossos relacionamento seja como família como igreja local.
Pais, líderes, obreiros em geral não podemos descuidar dos nossos e daqueles que o Senhor da seara tem colocado sob nossa responsabilidade para interceder por eles e está junto, não um dia por semana apenas
A frustração e a desesperança tem levado muitos à tragédia, sem contar com o estímulo dos jogos inspirados pelo maligno, na sua missão de matar, roubar e destruir.
Segundo pesquisas a situação dos suicido se maior entre filhos de pais separados. O orgulho, a falta de perdao tem destruído os casamentos e as famílias mesmo dentro das igrejas locais, infelizmente.
Jesus vem e queremos chegar na casa do Pai com aquele ué Ele nos confiou como suas heranças.
MARANATA!

sábado, agosto 26, 2017

UM SURFISTA EM POTENCIAL


"PARA QUE A VOSSA FÉ NÃO SE APOIASSE EM SABEDORIA HUMANA, E SIM NO PODER DE DEUS." (1 Coríntios 2.5).

Os evangelhos segundo Mateus, Marcos e João, narram o episódio de Jesus andando sobre o mar. O evangelista Mateus conta que Pedro lança um desafio e, sobre a ordem de Jesus, sai do barco,  anda
sobre as águas, ou ondas. Contudo, se focou na força do vento e teve medo, gritando por socorro.
Jesus fez a seguinte colocação: "HOMEM DE PEQUENA FÉ, POR QUE DUVIDASTE?" (Mateus 14.31).
Pedro ao sair andando o mar estava crendo nas palavras de Jesus, e isso é demonstração de fé, portanto, estava apoiado em fé, e essa fé apoiada no poder de Jesus. Enquanto permaneceu sobre a fé foi vitorioso.
A dúvida é uma manifestação de ausência de fé, e Jesus mencionou a pequena fé de Pedro.
Na nossa vida diária, vivemos enfrentando o mar, em suas diferentes tipologias. Dificuldades de todas as ordens, de todos os modelos. Ondas gigantescas se levantam diante de nós, nós desafiando a agir por fé nas palavras de Cristo.
Às vezes precisamos testar a nossa fé, onde nós apoiamos na nossa vida com Cristo. E sair do barco.
Uma ve fora do barco só temos que nos firmar na "prancha" chamada fé, e sair vencendo as ondas!
Há ondas que até escondem o surfista por já fração de tempo, porém a firmeza na prancha o faz sair do outro lado vitoriosamente!
Em tempo onde a fé está difícil de ser encontrada, muitos estão perecendo nas águas do oceano da vida, infelizmente. Deixam de crer no que Jesus diz, põem o foco nas circunstâncias e se afogam.
Amados, ao primeiro sinal de que a "prancha" está ameacando sair dos nossos pés, não esperemos começar a afundar. Apelemos imediatamente para Aquele que tem poder sobre as ondas de qualquer que seja o mar que enfrentarmos, aleluia! Ele está sempre pronto para nós tomar pela mão, apesar de nossa pouca fé, ou pequena fé, e nos conduzir a salvo para o lugar seguro, com Sua presença, glória a Jesus!
A prancha do surfista pode ser de vários tamanhos. A nossa também. Jesus falou de "pequena fé", "pouca fé", "grande fé" é tamanha fé". Também falou da fé poderosa como um grão de mostarda. Atente que Ele não disse "do tamanho", mas "como", com a força, o poder que possui o grão de mostarda, capaz de romper qualquer tipo de terra, se tornando uma árvore.
Qual o tamanho da "prancha" hoje?
Surfando aqui e ali, um dia chegaremos do outro lado em nome de Jesus. Na hora da travessia nada temeremos, pois como está escrito: "AINDA QUE EU ANDE PELO VALE DA SOMBRA DA MORTE, TU ESTÁS COMIGO..." (Salmo 23.4). Basta tão somente ser ovelha, e isso basta!
MARANATA!

domingo, agosto 20, 2017

GRAÇA E GLÓRIA PRESENTES DE DEUS PARA NOS


"... O SENHOR DA GRAÇA E GLÓRIA" (Salmo 84.11).

Convido cada leitor desse modesto blog a glorificar a Deus por sua bondade para com os filhos dos homens, especialmente para a Igreja de Cristo, aleluia!
Já pensou a benção que é para cada um de nós receber de Deus graça e glória?
Partindo da premissa de que sem a graça nada somos, especialmente porque somente pela graça somos salvos, pois a graça se manifestou trazendo salvação a todos os homens. (Efesios 2.8;Tito2.11).
Portanto, tudo o que fizermos pensando em alcançar a atenção de Deus para ser salvo, é inútil. A graça nos basta, a graça nos completa. Quando somos pesados na balança de Deus, todos, sem exceção, somos achados em falta. Aí, entra a maravilhosa graça de Jesus que faz a balança ficar equilibrada diante do Justo Juiz, glória a Deus.
A graça não se adquire com dinheiro, bens, joias, prestígio humano, a graça é oferecida por Deus. Não a merecemos mas Ele nos agraciou, porque Ele é bom!
Precisamos igualmente da Sua glória, pois como está escrito: "PORQUE TODOS PECARAM E CARECEM DA GLÓRIA DE DEUS." (Romanos 3.23).
Com o pecado o homem perdeu a glória que possuía no princípio, quando em comunhão com Deus.
Por causa de Jesus ter vindo e consumado o plano da salvação, a glória foi restaurada, aleluia!
Quando Jesus fez a oração sacerdotal, uma das coisas que Ele disse ao Pai foi: " EU LHES TENHO DADO A GLÓRIA QUE ME TENS DADO, PARA QUE SEJAM UM, COMO NÓS O SOMOS." (João 17.22).
Como Igreja Corpo de Cristo temos recebido a glória de Deus através de Cristo Jesus! Por isso a Igreja é denominada Igreja gloriosa, ou cheia da glória.
A glória de Deus é indispensável para a unidade do Corpo de Cristo.
A glória de Deus também tem ação santificados, como está escrito: "ALI VIREI AOS FILHOS DE ISRAEL, PARA QUE, POR MINHA GLÓRIA, SEJAM SANTIFICADOS." (Êxodo 29.43).
O poder santificador da glória de Deus opera na Igreja, glória a Deus!
Além de já termos a glória agora, temos também uma promessa maravilhosa: PORQUE A NOSSA LEVE E MOMENTÂNEA TRIBULAÇÃO, PRODUZ PARA NÓS ETERNO PESO DE GLÓRIA , ACIMA DE TODA COMPARAÇÃO," (2 Coríntios 4.17). E ainda : "QUANDO CRISTO, QUE É A NOSSA VIDA, SE MANIFESTAR, ENTÃO, VÓS TÁMBEM SEREIS MANIFESTADOS COM ELE, EM GLÓRIA." (Colossenses 3.4). Bendita esperança, aleluia!
Assim, meus amados, louvemos a Deus por nos amar e dispensar estes dons para Sua Igreja que somos nós, aleluia!
MARANATA!
Em tempo: hoje no Templo Central em Recife foram batizados nas águas 3.200 novos convertidos, glória a Deus!

sábado, agosto 12, 2017

O SALVO, UMA CASA

"...SOIS EDIFICADOS CASA ESPIRITUAL...A QUAL CASA SOMOS NÓS..." (1 Pedro 2.5; Hebreus 3.6).

Na Antiga Aliança, Deus ordenou a Moisés que construísse um tabernáculo onde Ele se comunicaria com o Seu povo através do Sumo Sacerdote, que entrava no lugar santíssimo uma vez por ano.
O rei Davi sentiu no seu coração o desejo de edificar uma casa, um templo, para morada de Deus, entretanto, Deus não concordou com a ideia, e ainda disse que não tinha ordenado a ninguém que lhe edificasse uma casa. Todavia, como Davi intentou a construção, Deus lhe falou que seu filho seria quem edificaria um templo, onde Deus se manifestasse. E assim aconteceu. Salomão edificou um belíssimo templo para Jeová, o Deus Todo Poderoso.
Deus confirmou Sua presença na inauguração do templo enchendo a casa da Sua glória como está escrito em 2 Crônicas 7.2.
Jesus foi claro com a samaritano ao falár que os verdadeiros adoradores adoram ao Pai em quaquer lugar e não necessariamente em um lugar específico.
No seu discurso Estevão, cheio do Espírito disse que Deus não habita em templo feito por mãos de homem (Atos 7.48). O lugar de habitação de Deus na Nova Aliança é a nossa vida, a vida daqueles ué nasceram de novo e são verdadeiramente filhos de Deus. Esses tais têm em si a presença do Espírito Santo - Deus.
Da mesma maneira que o templo na Antiga Aliança era chamado de "Casa de Deus"; "Casa do Senhor"; "Casa de sacrifício"; "Casa de oração", nós, a Igreja que vai subir também o é.
Somos casa de Deus, porque Deus habita em nós. Jesus disse: " O ESPÍRITO DA VERDADE, QUE O MUNDO NÃO PODE RECEBER, PORQUE NÃO O VÊ, NEM O CONHECE; VÓS O CONHECEIS, PORQUE ELE HABITA CONVOSCO E ESTARÁ EM VÓS." (João 14.17).
Você conhece o Espírito Santo? Conhece a Sua voz? Entende quando Ele fala no seu íntimo? Ē extremamente importante ser casa de Deus de verdade, com experiência com Ele e não dizer que é casa de Deus sem O conhecer.
Somos Casa do Senhor, porque Jesus nos comprou com Seu sangue, somos dEle por aquisição, Ele é Senhor, porque quem compra alguém é Dono desse alguém. Pense bem: Será que todos quantos se dizem evangélicos são casa do Senhor? Têm a consciência e assumem o Senhorio dEle em suas vidas? Depende, dEle para tudo quanto fazem? Fazem todas as coisas para glória de Deus?
Somos de igual modo Casa de Oracao, afinal, os que estão em Cristo obedecem ao mandamento da Palavra de 1 Tessalonicenses 5.17 que diz: "ORAI SEM CESSAR". Isto significa que todos quantos são casa de oração vivem uma vida de oração e não apenas momentos de oração. O que ocupa o nosso pensamento durante todo o dia? Estamos ligados no Espírito Santo ? Atentos ao que Ele diz quando nos impulsiona a interceder por alguém, ou mesmo agradecer, ou louvar, ou suplicar?
E finalmente somos Casa de Sacrifício. Como Igreja, a Noiva do Cordeiro, o sacrifico que oferecemos ē bem diferente daqueles que eram feitos na Antiga Aliança, tipo, animais, sangue de animais específicos, jejuns...
Hoje o sacrifício que oferecemos é "... O VOSSO CORPO COMO SACRIFÍCIO VIVO, SANTO E AGRADÁVEL A DEUS, QUE É O VOSSO CULTO RACIONAL." (Romanos 12.1). Atente que não se trata de manifestação emocional, absolutamente!
Outro sacrifício que a Bíblia fala que a Igreja oferece são sacrifícios espirituais (1 Pedro 2.5). Esses sacrifícios espirituais são agradáveis a Deus se for por intermédio de Jesus Cristo, ou seja nem é sacrifício material ou físico, e só pode oferecer quem está em Jesus. Quem é simplesmente um cristão, sem todavia estar em Cristo jamais poderá sacrificar.
Podemos, também, oferecer sacrifico de louvor como está escrito: "POR MEIO DE JESUS, POIS, OFEREÇAMOS A DEUS, SEMPRE, SACRIFÍCIO DE LOUVOR, QUE É O FRUTO DE LÁBIOS QUE CONFESSAM O SEU NOME." (Hebreus 13.15).
Novamente, o sacrifício de louvor só tem aceitação por Deus se for por meio de Jesus, portanto, quem não está em Cristo, não oferece sacrifício de louvor, apenas canta músicas evangélicas ou gospel.
Você sabia que o exercício da generosidade, da solidariedade, do repartir com o necessitado é sacrifico que agrada a Deus? Está escrito: " NÃO NEGLIGENCIEIS, IGUALMENTE, A PRÁTICA DO BEM E A MÚTUA COOPERAÇÃO; POIS, COM TAIS SACRIFÍCIOS, DEUS SE COMPRAZ." (Hebreus 13.16).
Que o Senhor nosso Deus se alegre com Sua casa que somos nós, seus filhos.
MARANATA!


sexta-feira, agosto 04, 2017

CRÊS TU?


"... TUDO É POSSÍVEL AO QUE CRÊ.." (Marcos 9.23)


Ontem conversando com uma filha na fé, ela contou-me o seguinte:
Chegou o dia de pagar o aluguel da casa em que ela vive. O valor é de quatrocentos reais. Ela, todavia, só estava com cinquenta reais, apenas.
Saiu para tratar de um assunto e, quando voltava em direção a parada do ônibus, conversou com o Senhor, falando da sua necessidade. Estava chovendo, ela sem guarda-chuva, andava e falava com Deus.
Ao perceber na calçada uma poça de lama, aumentou o passo para cruzar sem pisar, é claro. Quando ela passou ouviu a voz do Senhor no seu coração dizendo: "VOLTE." Ela voltou imediatamente. Dai o Senhor tornou a falar:
" EM CIMA DA POÇA TEM UMA FOLHA. REMOVA-A". Ela obedeceu. Em seguida a voz do Senhor tornou a dizer:
" COLOQUE A MÃO NA POÇA E PEGUE O QUE TEM DENTRO." Ela me disse que pensou: tô ficando doida... Mas resolveu crer, e disse:
"SENHOR, SOB A AUTORIDADE DA TUA PALAVRA EU VOU OBEDECER." Mergulhou a mão na poça e lá no fundo estava um bolinho de notas de cinquenta reais, mas precisamente, sete notas, e o mais incrível: AS NOTAS ESTAVAM SECAS!
Ela saiu glorificando a Deus pela provisão sobrenatural e com o dinheiro completo para pagar o seu aluguel, GLÓRIA A DEUS!
É assim, o Senhor continua a fazer milagres nas nossas vidas. O segredo é crer.
Isso não é tão fácil, visto que como cumprimento da palavra de Jesus não há muitos que creem. A fé está faltando e, por conseguinte vivemos estressados, abreviando os nossos dias na terra.
Amados, alimentemos nossa fé cada dia em intimidade com o Autor e Consumador da fé, e com Sua palavra que é instrumento que produz fé em nós.
Tu que estás desanimado, querendo desistir da vida em Cristo, debruça-te sobre as Sagradas Escrituras, e verás que o Deus que operou naquele tempo não mudou, permanece e para sempre.
Reconhece a incredulidade do teu coração, arrepende-te, pede perdão e Deus se compadecerá de ti e ouvindo te responderá, como está escrito.
"NAO TEMAS, CRÊ SOMENTE!"
MARANATA!